Brasil: defensoras e defensores públicos são indispensáveis para a prevenção da tortura

viernes, 1 junio 2018

A APT enviou em 30 de maio carta aberta ao Defensor Público-Geral de São Paulo para enfatizar o papel fundamental que os defensores públicos exercem para a prevenção da tortura e outros maus-tratos quando realizam visitas de monitoramento periódicas e não anunciadas a locais de privação de liberdade. Esse pronunciamento se dá no contexto da rebelião deflagrada na Penitenciária Estadual de Lucélia, durante a qual um grupo de defensores públicos foi feito refém.

Expressando o seu apoio aos defensores públicos que se encontravam na unidade realizando uma visita de monitoramento no momento que a rebelião ocorreu, assim como aos custodiados e familiares afetados pela mesma, a APT enfatizou a importância de que a Defensoria Pública do Estado continue exercendo, sem qualquer restrição, seu dever legal de fiscalizar periodicamente os centros de privação de liberdade. Para tanto, a APT ofereceu sua colaboração à instituição de maneira a fortalecer a atuação dos defensores e defensoras públicas na realização de visitas de monitoramento de espaços prisionais.

“O monitoramento periódico e independente dos espaços de privação de liberdade é essencial para proteger a integridade física e psíquica das pessoas que se encontram privadas de liberdade”, destacou Mark Thomson, Secretário Geral da APT. “Neste sentido, é essencial que a Defensoria Pública de São Paulo continue fortalecendo a sua atribuição institucional de fiscalizar as prisões, apoie os defensores públicos que realizam tais visitas e siga cumprindo o seu dever legal de inspecionar estabelecimentos de restrição de liberdade, sem a imposição de qualquer limitação ou restrição de parte da administração prisional.”

Tal como preconizado no Protocolo Facultativo da Convenção da ONU contra a Tortura (OPCAT), ratificado pelo Brasil em 2017, uma das maneiras mais eficazes de se prevenir a tortura e outros maus-tratos consiste em garantir a transparência e a supervisão contínua dos locais de privação de liberdade por órgãos externos. Contudo, para que tais visitas de monitoramento sejam efetivas, faz-se necessário garantir o acesso irrestrito, independentemente de autorização a todas as unidades e suas instalações, assim como possibilidade de entrevistar pessoas privadas de liberdade reservadamente.

Rio de Janeiro: Metodologia de monitoramento
20 septiembre 2011
Pastoral Carcerária o Brasil
1 noviembre 2012
Mecanismo Nacional é aprovado pelo Senado Federal
12 julio 2013
Recomendações sobre o Sistema Penitenciário Maranhense
10 enero 2014
Publicado edital para seleção do Comité Nacional de Prevenção à Tortura
4 febrero 2014
Carta aberta : pela urgente instalação do Comitê Nacional de Prevenção
6 junio 2014
Vinte e três membros tomam posse hoje para a prevenção da tortura
28 julio 2014
Convocatória para 2015 do Fundo Especial do Protocolo Facultativo
20 agosto 2014
Fórum Regional da APT
9 octubre 2014
Copa do Mundo: relatório alarmante sobre detenções arbitrárias e abuso policial
29 enero 2015
Especialistas internacionais da ONU visitarão o Brasil
10 febrero 2015
“Prevenção da tortura: o que precisamos para criar mecanismos independentes no Brasil?”
9 marzo 2015
Brasil: Nomeação dos integrantes do MNP
17 marzo 2015
Rio: preocupações sobre violações de direitos humanos no estado
22 mayo 2015
Brasil: MEPT de Pernambuco fala sobre riscos enfrentados pelas pessoas LGBT
25 junio 2015
APT se pronuncia contra a redução da maioridade penal no Brasil
26 junio 2015
Pronunciamentos dos Mecanismos de Prevenção no Dia Internacional contra a Tortura
26 junio 2015
Nota técnica sobre visita de órgãos da ONU ao Brasil
13 julio 2015
Nova edição do manual de monitoramento
3 agosto 2015
Relator demanda real compromisso do Brasil no enfrentamento à tortura
17 agosto 2015
Brasil: MEPT de Pernambuco deve ter sua segurança e prerrogativas garantidas na sua atuação
27 agosto 2015
Revistas vexatórias serão objeto de audiência temática perante a CIDH
22 octubre 2015
Participação social nas reuniões do Comitê Nacional de Prevenção à Tortura
17 diciembre 2015
Brasil deve eliminar a lacuna entre suas leis e a realidade no sistema carcerário
7 marzo 2016
Rondônia criará o primeiro mecanismo de prevenção à tortura da região norte
22 abril 2016
Juízes e juízas abordam o enfrentamento à tortura nas primeiras horas após a prisão
30 junio 2016
Entidades pedem a imediata composição do Comitê Nacional de Prevenção à Tortura
5 diciembre 2016
Mobilização nacional pela instalação de órgãos estaduais de prevenção à tortura
14 diciembre 2016
Rebelião em complexo penitenciário no Brasil: as recomendações do Mecanismo Nacional de Prevenção devem ser levadas a sério
5 enero 2017
Subcomitê da ONU põe em evidência o dever do Estado brasileiro e governos estaduais na prevenção à tortura
31 marzo 2017
Enfrentando o encarceramento em massa no Brasil
20 abril 2017
Brasil exortado a ampliar medidas de prevenção à tortura localmente
9 junio 2017
Investir em Medidas Assecuratórias para Prevenir a Tortura
26 junio 2017
Mobilização pela criação do mecanismo estadual de prevenção e combate à tortura em São Paulo
26 junio 2017
Compromissos do Brasil perante a ONU devem se refletir em medidas concretas
21 septiembre 2017
Apelo à Presidência da República do Brasil para vetar projeto de lei que amplia competência da justiça militar
16 octubre 2017
Brasil: Invisíveis atrás das grades – protegendo pessoas LGBT presas
14 noviembre 2017
Mudanças na direção da APT
14 diciembre 2017
Brasil: esforços para concretizar o potencial das audiências de custódia
20 diciembre 2017
Profunda preocupação por assassinato de defensora dos direitos humanos no Brasil
16 marzo 2018
Esforços para romper o paradigma da justiça criminal baseada na confissão
22 mayo 2018
Próximos passos do plano estratégico da APT
7 junio 2018
Apelo por apoio às diretrizes para melhorar as práticas de segurança pública
26 junio 2018
Brasil: Lançamento de projeto de três anos para potencializar o impacto preventivo das audiências de custódia
18 julio 2018
Brasil: Mais um estado estabelece seu mecanismo de prevenção à tortura e recebe apoio do APT
5 octubre 2018
NOVO MANUAL PRÁTICO sobre a proteção de pessoas LGBTI privadas de liberdade
4 diciembre 2018
Vídeo mostra papel das audiências de custódia no enfrentamento à tortura
12 diciembre 2018
Nota pública contra o veto à criação do Mecanismo de Prevenção à Tortura em São Paulo
21 enero 2019
Brasil: APT pede urgência na nomeação para o Comitê Nacional de Prevenção à Tortura
13 mayo 2019
Grave retrocesso para a prevenção da tortura no Brasil
12 junio 2019
Reestabelecer o MNP do Brasil: a APT se une aos mecanismos de prevenção à tortura da América Latina fazendo um chamado urgente ao governo brasileiro
31 octubre 2019
A APT e o Conselho Nacional de Justiça do Brasil se unem para combater a tortura durante as primeiras horas após a prisão
18 noviembre 2019
  • Equipo



     
    Sylvia Dias
    Delegada Nacional en Brasil
    sdias@apt.ch